top of page
  • Foto do escritorBruno Pauletti

6 Dicas para Ser um Bom Gestor e CEO em 2023

Saber como ser um bom gestor pode influenciar diretamente os resultados de uma empresa. Adaptabilidade, insatisfação crônica, resiliência, preparação e cuidado aparecem entre os atributos. A competência da gestão pode até ser um fator originador de investimentos.


O gestor é quem delega, supervisiona e direciona as atividades dos profissionais. Isso pode envolver tarefas como planejamento de metas e organização dos objetivos.


Mas comandar também tem seus desafios e exige algumas habilidades.


Por isso, bons gestores não são apenas os que sabem dar nó em pingo d’água, já que precisam contar com algumas habilidades para aguentar o tranco.


A ideia deste texto é trazer algumas dicas sobre como ser um bom gestor e revelar um pouco sobre o funcionamento da gestão, conforme nossa convivência com os CEOs do nosso portfólio.


Boa leitura!


Como a gestão funciona?


A gestão é a ciência de administrar os recursos de uma organização. Isso inclui não só empresas comuns ou startups, mas ONG ou órgãos do governo.


Assim, a gestão começou a ganhar corpo com a popularização dos algarismos arábicos e de métodos de contabilidade como as partidas dobradas.


Mas a partir do século 18, ideias de inspiração militar começaram a ser aplicadas em fábricas populares que surgiram depois da Revolução Industrial. Originalmente os proprietários eram as pessoas que faziam as tarefas de gestão.


Só que o avanço da complexidade das empresas fez com que os donos e os gestores pudessem se tornar coisas distintas.


Assim, surgiu a figura do especialista independente em planejamento.


Pra resumir, história é importante para contextualizar. Vamos direto ao assunto!


Como ser um bom gestor em 2023?


como ser um bom gestor

A gestão envolve a definição da estratégia de uma marca e a coordenação dos esforços dos profissionais. Assim, passa pela aplicação de recursos financeiros, humanos, tecnológicos e naturais. Confira como ser um bom gestor nos próximos tópicos.


1. Se mantenha cronicamente insatisfeito


Os gestores bem-sucedidos costumam estar cronicamente insatisfeitos. Isso não significa deixar de reconhecer as conquistas da equipe, mas não perder o impulso de investir em ideias e projetos novos.


A razão é o “overdelivering”, a ideia de entregar acima do esperado. Empresas que seguem o overdelivering costumam combinar a ideia com o “underpromising”, as promessas que não superam a entrega.


O equilíbrio é desafiador, mas é atingível ao observar o que os clientes buscam. Apenas o excesso de entrega não é o suficiente se não excede a promessa, o que faz com que elas não possam ser exageradas.


Focar só em entregar muito cria um ambiente estressante para os profissionais e raramente é frutífero.


2. Seja adaptável


O gestor precisa performar bem em qualquer contexto, seja em uma petroquímica brasileira, uma farmacêutica estrangeira ou uma varejista modesta.


Assim, um líder se adapta às regras e objetivos independentemente de onde está.


Por isso, não faz diferença se é preciso se reportar a um comitê de conselheiros ou ao próprio dono.


Embora as formas de gerir variem, é preciso se adaptar, trazer resultados e reportá-los. A adaptabilidade se relaciona com a capacidade de percepção.


Isso conta porque o mundo está constantemente se transformando, ainda que antes da intensificação da tecnologia. O mundo passa por ciclos e cada fase depende de adaptação.


Isso não envolve apenas a carreira, mas o bem-estar como pessoa e a saúde dos relacionamentos.


3. Invista em preparação


como ser um bom ceo

Conhecimento nunca é excessivo. Buscar ser sempre qualificado é importante no desenvolvimento como gestor e CEO.


Ademais, isso não envolve apenas graduação e cursos formais, mas o consumo de livros, jornais, programas específicos sobre o assunto e principalmente, através de mentorias com outros executivos e investidores.


O líder até pode nascer com algumas características inatas, mas o ideal é se educar e treinar para ser um líder ainda melhor. Boa parte dos traços é fruto de trabalho árduo e observação criteriosa.


Um bom líder tem a capacidade de influenciar e guiar pessoas. Assim, a ideia funciona como uma forma de influência social.


Aqui, há o poder da parte do líder que gera mudanças na parte dos liderados.


4. Seja resiliente


Saber como ser um bom gestor também passa pela sua forma de lidar com a pressão.


Afinal, um líder resiliente sabe que ser pressionado faz parte do jogo e é convicto que assumiu a função com condições de enfrentar os picos de trabalho.


Não preciso nem citar a "crise das startups" ocorrida em 2022, para falar de resiliência, não é mesmo?


Dessa forma, resiliência é a capacidade de lidar mentalmente com uma crise, se recuperando rapidamente. Assim, os resilientes mantêm a calma durante as situações de caos e superam o incidente ao longo do tempo.


Por isso, a resiliência depende da adaptação positiva à adversidade. Ao ser bombardeado pelo estresse cotidiano, o senso de equilíbrio interno não é alterado em líderes resilientes.


Desse modo, há a adaptação mental às circunstâncias, ainda que ruins.


5. Cuide dos seus funcionários


Sabe quando o líder abre uma exceção e reserva uma folga para um profissional que teve um problema familiar? E ele, em troca, trabalha um dia a mais? Então, esse é um dos frutos do cuidado, um dos traços de um bom gestor.


Gerir eficientemente costuma envolver a troca de cuidado por lealdade. Ao sentir a preocupação de um chefe, o profissional costuma se dedicar além do que o próprio salário sugeriria.


Ademais, a relação de lealdade envolve a devoção e a fidelidade à empresa ou às pessoas dela. Mas a ideia também se aplica a outros contextos. Por exemplo, na relação de fidelidade a países, grupos ou ideias.


Essa troca acontece informalmente até nas grandes empresas.


6. Se mantenha por perto


Existem gestores que não gostam do povo.


Esses, decidem a portas fechadas, com poucas pessoas na sala.


Mas os profissionais tendem a se sentir motivados com valorização e interação. Chefes que delegam mais tarefas, conversam e dão atenção costumam ser mais bem vistos.


Saber como ser um bom gestor envolve assumir uma atuação diferente para se tornar um grande líder.


Aliás, as competências da liderança do futuro passam pela capacidade de adaptação, preparação, adaptação à pressão, conhecimento e busca. Por isso, o ideal é que o gestor assuma posições de um líder na marca. Nesse caso, não é só alguém em uma posição de poder, mas um especialista em estimular a equipe e dar resultados.


Assim, precisa assumir a função de frente e abrir novos caminhos, assumindo a responsabilidade. A gestão também é um fator ponderador para investimentos.


Você pode saber mais lendo nosso texto que conta o que é investimento anjo e como captar para a sua startup.


Para finalizar, meu desejo é que você leve em consideração cada tópico para se aprimorar como um bom líder, gestor e CEO.


89 visualizações
bottom of page