top of page
  • Foto do escritorLeonardo M. Pauletti

Como criar uma startup? Entenda como dar passos com segurança ao iniciar o seu negócio!

Atualizado: 16 de dez. de 2022

Você precisa saber como criar uma startup?


Então acaba de chegar ao lugar certo!


Preparamos este artigo com informações valiosas, as quais vão ajudar você a iniciar o seu empreendimento da maneira certa, com segurança e de forma organizada.


Nele vamos entender as principais características, desafios com os quais você poderá lidar e estratégias que permitirão um melhor preparo ao iniciar a empreender por meio de uma startup.


As informações que trazemos em nosso material, inclusive, vão permitir lidar mais facilmente com os períodos iniciais, os quais costumam ser complicados, principalmente do ponto de vista financeiro.


Caso você já esteja implementando o negócio, sugerimos que siga nosso tutorial completo sobre Como Abrir uma Startup o seu conteúdo complementar sobre a Lei das Startups, que ajudará você a definir desde o começo o plano de benefícios da lei ainda muito pouco divulgado.


Sendo assim, fique com a gente até o final do nosso material, faça uma ótima leitura, entenda como criar uma startup e bons negócios!



O que é uma startup?


O que é uma startup

Uma startup pode ser entendida como um empreendimento cujo surgimento é relativamente novo, que pode ser iniciado com baixo custo e que proporciona ganhos exponenciais.


Outra característica desse modelo de negócio é promover uma solução para algum tipo de problema enfrentado por consumidores.


Em alguns casos o público nem se deu conta da existência dessa necessidade.

Contudo, após lançada a solução, as pessoas passam a entender quão importante é o produto ou serviço para o dia a dia delas.


Então o que se nota é uma grande adesão, o que faz com que os resultados sejam expressivos.


Abaixo você poderá conhecer alguns empreendimentos considerados startups:

  • Descomplica, do ramo de educação;

  • Buser, empresa do segmento de transportes;

  • Creditas, negócio da área financeira;

  • Gympass, que trabalha com academ;

  • iFood, ramo de entregas de alimentos;

  • Nubank, da área financeira;

  • Quinto Andar, empresa do setor imobiliário, especificamente aluguéis de imóveis.

Criar uma startup oferece muitas vantagens, no próximo tópico você conhecerá algumas delas.



Quais as vantagens de abrir uma startup?


vantagens de abrir uma startup

Inicialmente, precisamos trazer que um dos benefícios de apostar nesse tipo de empreendimento está no fato de que você poderá explorar diversas áreas.


Perceba que, somente no exemplo anterior, relacionamos empreendimentos da área financeira, de educação, transportes e imobiliário.


Sendo assim, há uma maior liberdade para escolher aquela com a qual mais se identificar.


Ainda, outro aspecto que faz com que muitos queiram saber como criar uma startup está no fato desse tipo de negócio promover ganhos rápidos.


Note que uma das características necessárias para se classificar uma empresa como startup é a escalabilidade.


Sendo assim, os investimentos feitos tendem a voltar com rapidez, ou seja, possuem um ótimo payback.


Outro grande atrativo é ter como objetivo trazer um produto ou serviço inovador, que faça diferença na vida das pessoas.


Por conta disso, tende a viralizar e ter grande aceitação do mercado consumidor.


A Uber é um bom exemplo disso.


Foi fundada em 2019, nos Estados Unidos, hoje já está presente em cerca de 63 países.


Perceba que a empresa ajudou muitas pessoas a gerarem renda para lidar com as questões econômicas decorrentes da pandemia da covid-19.


Sendo assim, beneficiou tanto prestadores quanto tomadores de serviços do aplicativo.


Uma startup precisa fazer diferença na vida das pessoas!



Quais as principais dificuldades que você poderá ter ao optar por abrir uma startup?



Saber como criar uma startup demanda compreender que você terá de trilhar um caminho com dificuldades.


Em tal cenário, apesar de ter inúmeros benefícios, quem investir nessa modalidade terá muitos desafios.


Inicialmente temos que considerar que identificar algo inovador nem sempre é uma tarefa fácil.


Além disso, transformar uma ideia, por melhor que ela seja, em um produto ou serviço envolve, por vezes, a obtenção de recursos e mobilização de pessoas diferentes.


Então, aspectos financeiros podem tornar inviável a criação de uma startup.


Isso porque muitos não contam com o investimento necessário para aplicar na abertura da empresa e as taxas e juros praticados pelas instituições financeiras costumam ser pesados.


Existe muita burocracia envolvida na abertura de empresas no Brasil.


No que se refere a esse ponto, muitas vezes gestores de startups podem ficar sem saber por onde começar.


Outras grandes dificuldades estão em lidar com a carga tributária e gestão financeira da empresa que está sendo iniciada.



Como criar uma startup de sucesso com poucos recursos?


startup com poucos recursos

Todavia, mesmo com poucos recursos, é possível tirar seu sonho do papel.


Existem estratégias às quais você poderá recorrer para começar o seu negócio.


Por exemplo, há linhas de crédito específicas, em alguns bancos, para abertura de empresas.


Outra estratégia que tem funcionado bastante consiste em obter o apoio de investidores anjos.


Trata-se de pessoas que atuam aplicando recursos em negócios considerados promissores.


Em contrapartida, geralmente eles irão participar do seu quadro societário e participar dos lucros auferidos.


Ou seja, o investidor anjo entra como o dinheiro e você com a ideia e a mão-de-obra.


Existem projetos denominados de “incubadoras”, os quais têm como propósito oferecer um ambiente propício ao desenvolvimento de startups.


Por meio dela você consegue obter suporte, por exemplo:

  • Gerencial;

  • Técnico;

  • De infraestrutura (como acesso a salas de reuniões, internet, telefone)

Tudo para facilitar a criação da sua empresa.


Ainda, dependendo da sua ideia, você pode amadurecê-la aos poucos, ao passo que você, por exemplo, junta recursos até que possa se dedicar em tempo integral e possa lançá-la no mercado.


Entender detalhes sobre como criar uma startup possibilita entender quais estratégias se adéquam às suas necessidades.



Qual o custo para criar uma startup?


custos para abrir startup

Outro desafio quando se trata de entender como criar uma startup é mensurar os gastos que podem ter para iniciar o seu negócio.


Acontece que a resposta para essa pergunta pode variar bastante. Perceba que tudo dependerá de vários fatores, como, por exemplo:

  • Tipo de produto ou serviços que será disponibilizado;

  • Estrutura que se deseja montar;

  • Quantidade de pessoas que deseja atender;

  • Equipe que se deseja formar;

  • Local onde a startup vai operar, etc.

Sendo assim, é importante que você tenha o máximo de informações sobre o seu negócio.

Isso contribui para que você possa tomar decisões corretas e direcionar seus recursos com eficiência.


Lembre-se que é importante contar com as ferramentas necessárias para que a sua empresa possa atuar.


Caso isso não aconteça, atividades poderão ser comprometidas e sua startup poderá não alcançar os resultados esperados.


Entender como criar uma startup requer saber que precisa dar atenção a esse aspecto, principalmente nas fases iniciais da startup e nos períodos iniciais


Isso porque nos primeiros meses do empreendimento é comum que se tenha um baixo movimento.


Ou seja, poucos recursos entrando no seu caixa.



Quais cuidados você precisa ter ao criar sua empresa?



Sendo assim, mais do que saber como criar uma startup demanda compreender que você tenha atenção a vários aspectos.


O primeiro deles consiste em ter bastante clareza sobre o que é o seu produto ou serviço.


Inclui-se que você precisa conhecer seu público de maneira profunda. Uma investida da Equity Rio que pode lhe ajudar a analisar o mercado é a Marfin.


Sendo assim, é necessário se atentar para questões estratégicas, as quais contemplam também:

  • Mercado;

  • Estrutura interna;

  • Atendimento à legislação (compliance), etc.

Esse último ponto, relacionado às leis, costuma ser um dos mais complicados, entretanto mais importantes.


Perceba que não cumprir as normas jurídicas de maneira integral expõe sua startup a sérios riscos.


Dessa forma, poderá sofrer autuações e ter a continuidade do seu negócio comprometida.

Nos próximos tópicos vamos conversar com esses aspectos de maneira mais detalhada.


Como um plano de negócios ajuda a criar uma startup?


Sendo assim, tratando-se da estratégia do seu empreendimento, é essencial contar com um plano de negócio.


Ele consiste em um documento bastante completo, contendo informações sobre a startup que está sendo iniciada.


Nele temos dados sobre o mercado no qual você irá atuar, perfil dos seus concorrentes, consumidores.


Em seu plano de negócios você precisará especificar as atividades que serão desenvolvidas por sua startup, como o quadro societário será composto, endereço no qual irá funcionar.


Com auxílio dele você irá entender se, de fato, existe demanda para seus produtos ou serviços, dentre outras questões ligadas ao funcionamento do mercado.



Conheça a composição de um plano de negócio


O seu plano de negócios deverá conter o sumário executivo, determinando a natureza jurídica que será usada para formalizar o empreendimento.

Também especificar o setor de atividade que será explorado, missão, definição e experiência dos sócios, etc.

Nele deverá constar o seu planejamento de marketing, o qual deverá trazer informações, como:

  • Estratégias usadas para se comunicar com o seu cliente;

  • Preços que serão praticados;

  • Estrutura do estabelecimento;

  • Prazos ofertados;

  • Estratégias promocionais.

Além disso, você precisará montar a sua estratégia operacional.

Ela deverá trazer informações sobre:

  • Capacidade produtiva;

  • Departamentos;

  • Colaboradores que deverão ser contratados;

  • Atribuição de cada funcionário.

Nesse sentido, é importante que você, ao elaborar essa parte do seu documento, informe também, por exemplo:

  • Em quais espaços os departamentos irão funcionar;

  • Quais os equipamentos necessários para desenvolver suas atividades;

  • Rotinas da startup devem acontecer em cada um dos setores.

Perceba que é imprescindível que cada colaborador conheça o que deve ser feito e em qual momento eles deverão realizar as atividades necessárias para que sua startup possa operar.


O planejamento operacional ajudará você nessa tarefa.


No seu plano de negócios, ainda, você precisará desenvolver o planejamento financeiro.

Em tal documento você precisará trazer informações ligadas aos investimentos que você precisará para:

  • Contratar pessoal;

  • Ter capital de giro suficiente para iniciar suas operações;

  • Adquirir máquinas, equipamentos, mobília;

  • Contratar serviços de assessoria e consultoria, como a contábil, por exemplo;

  • Adquirir insumos;

Também deverá estipular qual o valor estimado do seu faturamento, dos custos e despesas, bem como o possível prazo no qual o investimento feito dará retorno.


Levantadas todas essas informações, seu plano de negócios também deverá conter possíveis cenários que possivelmente você deverá enfrentar.


Nesse sentido, você precisará considerar aspectos otimistas e pessimistas.


Isso ajudará a aproveitar melhor oportunidades que apareçam ou a lidar com mais desenvoltura com adversidades.



Por que é importante lidar com a burocracia e como isso deve ser feito?


Ainda, além das questões estratégicas, é importante que você dê atenção à parte burocrática.


Isso porque, para o Estado, sua startup terá obrigações como qualquer outra empresa.

Ou seja, você precisará:

  • Registrar sua startup em órgãos específicos;

  • Pagar tributo;

  • Cumprir com os direitos trabalhistas e previdenciários de seus colaboradores;

  • Enviar informações periodicamente ao fisco, por meio de declarações.

Em síntese, cumprir de forma integral toda legislação à qual ela está submetida.


Sendo assim, você precisará providenciar, por exemplo, o registro na Junta Comercial, dependendo do tipo de empresa aberta, também na Receita Federal.


Caso seja prestador de serviços, na prefeitura do município onde irá operar.


Entretanto, tratando-se de indústria ou comércio, na Secretaria da Receita Estadual.


Ainda, conforme a situação, poderá ter que obter alvarás e autorizações específicas, como, por exemplo, os expedidos pela vigilância sanitária e órgãos de controle.



Quais cuidados tomar após iniciar as atividades da minha startup?


 iniciar as atividades da minha startup

Perceba que entender como criar uma startup demanda saber que você precisará dar atenção ao seu negócio não apenas nas fases iniciais, de abertura.


De fato esse costuma ser um momento crítico, mas é importante considerar que você precisará ter atenção a todo detalhe do seu negócio, e em todo momento.


Isso significa dizer que você precisará contar com rotinas que permitam acompanhar seus números.


Também como a operação do seu empreendimento está acontecendo.


Nesse aspecto, é necessário que a sua operação dê suporte a geração, por exemplo, de relatórios, os quais possibilitem saber como suas decisões estão impactando no seu resultado.


Como gestor, precisará garantir que cada centavo seja gasto em prol do seu desenvolvimento.


Saber como criar uma startup demanda se apropriar de todas essas informações.

Mais do que isso, fazer com que elas possam acontecer no dia a dia da sua empresa.



Como especialistas ajudam quando se trata de entender como criar startup?


consultoria para startup

Nesse aspecto, entender como criar uma startup demanda ter a concepção que ter apoio especializado é essencial para tomar decisões inteligentes.


Por exemplo, ao ter suporte de um contador que atua com empresas do seu tipo, fica mais fácil entender quais a forma de tributação que mais beneficia o seu empreendimento e como escolhas feitas no momento do registro podem impactar no futuro.


Contar com auxílio de empresas que dão consultorias voltadas para entender a viabilidade e adequação estratégica e operacional da sua startup ajudará você a entender:

  • Se seu negócio conta com as qualificações necessárias para ter sucesso rápido;

  • Levar e usar os valores tidos para investir na sua startup de maneira adequada;

  • Característica do seu tipo de empreendimento;

Dessa forma, a gente percebe que isso facilita, inclusive, a obtenção de recursos de financiadores.


Ter o apoio adequado contribui para uma gestão mais acertada.


Inclui-se auxiliar a manter seu estabelecimento distante de prejuízos.


Equity Rio: acreditamos em seus sonhos e trabalhamos para que eles se tornem reais!




Saber como criar uma startup apesar de permitir muitos benefícios, mas demanda que você dê atenção a uma série de fatores para que o seu empreendimento seja bem-sucedido.


Também exige atenção a todas as necessidades que surjam, bem como estratégias que contribuam para alcançar seus resultados com mais eficiência.


Nós, da Equity Rio, somos uma empresa que oferece Investimentos Anjo e Pré-Seed para que você possa colocar sua empresa para operar.


Isso após a devida análise sobre a estrutura e qualificação do time do empreendimento, tendo em vista características técnicas, de mercado e emocionais, após análise de mercado, da viabilidade do negócio e da tecnologia utilizada, ligados à startup que estaremos auxiliando a se desenvolver.


Então, agora que você já sabe como criar uma startup, clique aqui e aproveite para conhecer as fases pelas quais ela costuma passar!


Aprenda tudo sobre pré-seed, investimento-anjo e investimento seed em nosso blog.


101 visualizações
bottom of page