top of page
  • Foto do escritorBruno Pauletti

Tipos de Startups: Large, Buyable, Lifestyle, Scalable e outras

O termo startup está em evidência quando falamos do mundo dos negócios. Apesar de a grande maioria das startups estarem ligadas com a tecnologia, isso não é uma regra, já que existem diversos tipos de startups e várias empresas de sucesso em todo o mundo.


As empresas dessa categoria estão se tornando cada vez mais importantes para o mercado global de inovação e tecnologia, mesmo diante das dificuldades econômicas ligadas a novas rodadas de investimento e demissões em massa.


Com base nisso, você conhecerá os principais tipos de startups no mundo.


Bem como serão apresentados alguns cases de sucesso sobre as startups, para motivá-lo a conhecer ainda mais essas empresas, principalmente se você quer criar uma startup ou já está abrindo uma.


O que é uma startup?



Se você ainda não conhece sobre startups, é importante entender o que são essas empresas antes de apresentarmos os principais tipos de startups.


Afinal, entender as startups é importante para compreender o mercado empresarial e as fases de uma startup.


O termo startup surgiu no final dos anos 1990 e, originalmente, era utilizado para representar outros tipos de empresas. Assim, o termo startup fazia referência às empresas com grande potencial de crescimento.


No entanto, o termo passou a ter outro significado com o aumento da sua popularidade. Atualmente, o termo startup representa empresas com produtos ou serviços inovadores, que ainda não foram vistos no mercado.


Startups são empresas de tecnologia?

Uma vez que as startups propõem soluções inovadoras e grande parte das inovações estão relacionadas com a tecnologia, é normal associar as startups à tecnologia. No entanto, isso não é uma verdade absoluta!


Afinal, a definição de startup relaciona essas empresas com soluções ainda não vistas no mercado. Ou seja, essas soluções podem aparecer em qualquer área, e não precisam estar associadas à tecnologia.


Algumas startups, como é o caso das startups sociais, podem ser até mesmo organizações sem fins lucrativos! O importante é que as soluções dessas startups sejam inovadoras e não vistas no mercado!


Além disso, existem também outras categorias de startups, com conceitos e aplicações diferentes. A seguir, você pode conhecer o que é uma startup social e também os outros tipos de startups.


É importante lembrar que no Brasil existe uma Lei que norteia as ações deste tipo de empresa, que ficou conhecida como Lei das Startups.


Quais são os tipos de startups?



Existem diversas classificações para as startups.


Afinal, as novidades inovadoras partem de diversos setores, o que resulta em empresas de várias áreas que possuem foco em inovação.


Em função disso, mesmo oferecendo soluções ainda não vistas no mercado mundial, essas empresas possuem objetivos e pontos de partida diferentes.


Assim, é possível agrupá-las em seis tipos de startups, que são:

  • Large company startup;

  • Buyable startup;

  • Lifestyle startup;

  • Scalable startup;

  • Social startup; e

  • Small business startup.

A seguir, você poderá conhecer cada um desses tipos de startups. Além disso, também será destacada a importância das empresas de cada categoria e como as soluções inovadoras são fundamentais para o brilho desses negócios.



Large company startup

Em primeiro lugar, as large company startups são negócios muito conhecidos não só no brasil, mas também em todo o planeta.


Um dos tipos de startups mais populares, as large company startups surgem em grandes empresas.


Com certeza você já acompanhou empresas grandes, mas que parecem defasadas com o passar do tempo.


Uma vez que as tecnologias e soluções mudam rapidamente, estas empresas tendem a cair no esquecimento.


A fim de evitar estas situações, as large company startups inovam no modelo de negócio de modo a recuperar o prestígio e credibilidade.


Ademais, esse tipo de startup também se adapta aos novos cenários econômicos e tecnológicos.



Buyable startup

Também muito frequentes em todo o mundo, as buyable startups estão entre os tipos de startups com mais adeptos em todo o mundo.


Esse negócio surge a partir de grandes ideias, que precisam de investimento para saírem do papel.


Em alguns momentos podemos ter ideias incríveis, mas não temos o investimento necessário para avançar com uma empresa.


Com isso, procuram-se outros investidores para aplicar dinheiro e transformar a ideia em negócio.


Apesar de existirem milhares de buyable startups em todo o mundo, este tipo de negócio está cada vez menos frequente. Afinal, existem novas formas de financiar o negócio, como o crowdfunding ou investidores anjo.


Além disso, muitas startups dessa categoria movimentam a economia através da sua venda, ao serem adquiridas por empresas maiores. Um exemplo desse caso é o Instagram, vendido antes mesmo de começar a gerar lucro.



Lifestyle startup

Ocupando uma posição de destaque entre os tipos de startups, as lifestyle startups são muito populares no Brasil.


Esse tipo de empresa reúne grandes ideias ou sucessos que não abrem mão de um estilo de vida em específico.


A grande maioria das empresas possuem como objetivo principal o lucro. No entanto, existem negócios que permitem a obtenção de lucro, mas que não focam somente nesta ação empresarial. Esse é o caso de uma lifestyle startup.


Assim, as empresas dessas categorias não possuem o objetivo principal de se tornarem unicórnios ou as maiores do mundo. Ao invés disso, procuram gerar renda e conhecimento praticando aquilo que realmente gostam.


São várias as possibilidades de lifestyle startups. Por exemplo, pessoas que gostam de artesanato podem criar empresas voltadas para a capacitação na área, ou ainda criar sites e canais em redes sociais para divulgar a área de conhecimento.



Scalable startup

Se por um lado as lifestyle startups não estavam necessariamente voltadas para o lucro, as scalable startups possuem esse objetivo como principal. Portanto, estão entre os tipos de startups com maior foco na lucratividade.


São startups que conquistam rapidamente rodadas de pré-seed e investimento seed.


Dessa maneira, essas startups devem ser escaláveis, com potencial de gerar capital e ter ações até mesmo em bolsas de valores. Além disso, também é possível replicar o modelo de negócio em escalas.


De uma forma geral, as scalable startups são empresas que já possuem o modelo de negócio definido.


Apesar disso, necessitam de capital de risco para se expandir e alcançar novos níveis de desenvolvimento.



Social startup

Por sua vez, as social startups também não possuem o objetivo principal de gerar lucro. Inclusive, algumas startups dessa categoria são classificadas como organizações sem fins lucrativos.


Ou seja, não geram lucro!


Desse modo, essas empresas estão dentro dos tipos de startups que desejam impactar o mundo de alguma forma.


Para isso, as social startups possuem o objetivo de transformar a realidade do local onde estão instaladas.


Além disso, o foco principal dessas empresas é gerar os resultados para os moradores da sua região, através de atividades nas comunidades e valorização da cultura e população do local.



Small business startup

Por fim, as small business startups também são empreendimentos muito comuns no Brasil.


Esse tipo de empresa costuma ser liderada por empresários iniciantes, mas que não almejam crescer o máximo possível.


Assim, as small business startups não são empresas de grande porte (e nem desejam ser), tendo sua ação voltada para o público local. Apesar disso, essas empresas impactam de forma positiva o mercado de uma região.


Só para exemplificar, você consegue imaginar quantas startups desse tipo estão em sua região? Mais do que isso, como ficaria a economia da região sem essas startups? Com certeza os problemas seriam sérios sem as empresas!


Portanto, mesmo sem o objetivo de se tornarem as maiores empresas do mundo, as small business startups são fundamentais para diversos mercados.


Em nível local, essas empresas se tornam ainda mais importantes.


Exemplos de startups



Após conhecer os principais tipos de startups, é interessante conhecer também alguns exemplos de startups.


Você pode consultar o nosso portfólio e também nossas verticais para entender melhor o posicionamento delas.


Para isso, os termos fintechs e big techs são importantes. Assim, vamos estudá-los a seguir.


Fintechs

As fintechs são startups que oferecem serviços e soluções financeiras de forma inovadora, utilizando a tecnologia. Essas empresas conquistaram o mercado nos últimos anos, e temos cada vez mais fintechs à disposição!


Só para exemplificar, o Nubank surgiu como uma fintech, e rapidamente se destacou no mercado nacional pelas soluções inovadoras oferecidas. Essa movimentação abriu espaço para outras fintechs, como o C6 Bank e EBANX.


Se você tem interesse sobre elas, vale a pena conferir o conteúdo Evento Fintech: Conheça os Melhores e Não Fique de Fora.



Big techs

Por sua vez, as big techs também são fontes importantíssimas de tecnologia e inovação. Esse termo representa as maiores empresas tecnológicas do mundo, como o Google, Amazon, Facebook e Apple.


Dessa forma, os tipos de startups apresentados anteriormente possuem outras formas de classificação. Além disso, com a criação de novas soluções todos os dias, existem várias outras classificações relacionadas com áreas específicas!



Startups de sucesso



Todos os tipos de startups apresentados possuem inúmeros exemplos de empresas de sucesso. Apesar de ser inviável mostrarmos todas as startups de sucesso, conheça alguns cases de sucesso, como:

  • Nubank;

  • QuintoAndar;

  • Gympass; e

  • Hotmart.


Nubank

O Nubank é sempre referência quando se trata de startups no Brasil e no mundo. Surgindo em 2013 com propostas inovadoras e digitais, a fintech cresceu rapidamente nos últimos anos, se tornando um unicórnio em 2018.


O termo unicórnio é frequente ao falar de startups, e serve para representar as empresas desse tipo que atingiram o valor de US$ 1 bilhão antes de abrir o seu capital. Portanto, o termo representa uma lista seleta de startups.


Com soluções eficientes e uma proposta disruptiva, a fintech se transformou em uma referência para o setor financeiro. Além disso, o advento do Nubank também inspirou até mesmo outros unicórnios da categoria, como o C6 Bank.



QuintoAndar

O QuintoAndar é a segunda startup dessa lista e que também é classificada como um unicórnio, atingindo essa marca no ano de 2019. O QuintoAndar é um dos tipos de startups que usa a tecnologia para resolver problemas diários.


Se alugar um imóvel exigia muito tempo e processos burocráticos, o QuintoAndar modificou de forma significativa essas exigências. Assim, é possível alugar um imóvel de forma rápida, eficiente e também segura.


Além disso, a startup também trouxe mecanismos de segurança para beneficiar contratantes e locatários. Portanto, mais do que resolver de forma rápida os aluguéis, o QuintoAndar também trouxe segurança para a operação,



Gympass

Mais um exemplo de startup de sucesso, o Gympass surgiu em 2012 e se tornou um unicórnio no ano de 2019. A empresa faz parte de um dos tipos de startups com maior crescimento nos últimos anos, as healthtechs.


Portanto, o Gympass está voltado para o bem-estar e qualidade de vida. Direcionada para o setor empresarial, o Gympass trouxe tecnologia e inovação para o setor de exercícios, com parcerias que beneficiam seus usuários.


Com o Gympass, colaboradores de empresas que são conveniadas podem aproveitar planos acessíveis e que liberam acesso às academias e negócios da categoria. Assim, o sucesso do Gympass destaca o papel das healthtechs.


Hotmart

O crescimento das ferramentas que facilitam a educação pela internet foi acelerado nos últimos anos. Assim, as startups desse tipo conquistaram de vez o mercado, e a Hotmart é o maior exemplo de sucesso nesse ramo.


Facilitando a criação e divulgação de cursos através da sua plataforma, a Hotmart conecta todos os dias empreendedores que desejam vender seus cursos e alunos que estão em busca de conhecimento.


Em função disso, a empresa fundada em 2011 tornou-se um unicórnio em 2021, destacando o avanço da educação online no contexto da pandemia de Covid-19 e atingindo cada vez mais clientes em todo o país.


Nem todas as startups alcançam o mesmo sucesso



No entanto, vale a pena destacar que nem todas as startups alcançam o mesmo sucesso das empresas mencionadas acima. Afinal, esses são os casos de maior sucesso, e milhares de empresas ficam pelo caminho.


Apenas uma ideia boa não é suficiente para desenvolver uma startup de sucesso. Para isso, é necessário muito planejamento e organização, além de investimentos adequados e escalabilidade.


Dessa maneira, você acompanhou tudo sobre os tipos de startups e suas áreas de atuação. As startups surgiram no final dos anos 1990 e possuem a característica principal pautada na inovação.


Em função disso, essas empresas abrangem diversos setores da economia, sendo a grande maioria baseada nas áreas de tecnologia. Além disso, existem diversos tipos de startups no mundo, cada uma com uma atuação diferente.


Entender o que é uma startup social ou ainda o que é uma scalable startup o ajudará a entender melhor como funcionam essas empresas, assim como compreender a importância de cada um dos tipos de startups.


Afinal, as startups possuem finalidades diferentes e isso resulta em propostas e desenvolvimentos diferentes. Apesar disso, as startups de sucesso passam por algumas fases, e conhecê-las é fundamental para entender seu funcionamento!


Conheça na Equity Rio as fases de uma startup e aproveite para conhecer ainda mais sobre o mundo fantástico dessas empresas de tecnologia.


Tem um pitch deck ai? Envie seu deck para nós avaliarmos rodadas de investimento anjo ou pré-seed.

488 visualizações
bottom of page